Abrir Conta

Como hipotecar um imóvel? Qual melhor banco?

No mercado, existem diversas linhas de créditos disponíveis para quem está precisando de dinheiro, dentre elas, a hipoteca imóvel. Essa modalidade de crédito é interessante pois disponibiliza créditos maiores, com prazos para pagamento mais longos e taxas de juros mais baixas. Caso você esteja precisando de dinheiro e possua um imóvel quitado, pode pensar em hipotecar o seu imóvel para conseguir o dinheiro que precisa. Continue lendo e saiba tudo sobre como hipotecar seu imóvel.


O que é a hipoteca imóvel?

Conhecido como “crédito com garantia imóvel” ou “refinanciamento imobiliário”, a hipoteca consiste em dar um imóvel como garantia de pagamento de um empréstimo financeiro. Esse tipo de crédito pessoal oferecem muitas vantagens,, principalmente no que se refere as taxas de juros.

Por que hipotecar um imóvel?

Hipotecar um imóvel pode trazer inúmeras vantagens para quem está precisando de dinheiro. Nesse tipo de crédito pessoal, as taxas de juros cobradas são as mais baixas do mercado, por conta da garantia imóvel dada. Além disso, o pagamento conta com prazos maiores, chegando a 240 parcelas fixas, e os valores, cedidos são mais altos do que em outras linhas de crédito existentes. 

Ao hipotecar seu imóvel você poderá utilizar o dinheiro para reformar sua casa, ampliar seu negócios, fazer um investimento, quitar dívidas mais caras, realizar um sonho, entre outras coisas. Muitas intituições financeiras não determinam a finalidade do empréstimo cedido, o que facilita muito a vida do tomador do empréstimo.


Quais imóveis podem ser hipotecados?

Cada instituição financeira tem suas regras específicas mas, de modo geral, são aceitos imóveis residenciais (casas, apartamentos ou terrenos) urbanos, quitados e com documentação regularizada, em próprio nome do solicitante da hipoteca, ou não.

Características da hipoteca de imóvel

As características de uma hipoteca imóvel são:

  • Imóvel a ser hipotecado deve estar em nome do próprio solicitante, quitado e com documentação em situação regular;
  • Disponibilidade de empréstimo de até 60% do valor do imóvel;
  • Prazos longos: pagamento parcelado em até 240 parcelas (em alguns intimações você poderá conseguir pagar em até 30 anos);
  • Parcelas descontadas em débito automático em conta corrente;
  • Prestações fixas;
  • O valor emprestado pode ser utilizado para qualquer finalidade.

Documentos exigidos para hipotecar um imóvel

Para solicitar a hipoteca do seu imóvel, será necessário apresentar o número da matrícula do imóvel e alguns documentos pessoais:

  • RG/ CPF
  • Comprovante de Estado Civil.
  • Comprovante e renda e residência, com validade de até 90 dias da data de emissão.

Observação: Os documentos devem estar válidos, em bom estado de conservação, sem rasuras ou violações.

Taxas e encargos cobrados na hipoteca de imóvel

A hipoteca imóvel é uma transação financeira com garantia, e por isso, as instituições financeiras tendem a praticar taxas de juros menores, já que os riscos de inadimplência são quase nulos, pois receberão de volta o dinheiro emprestado.

A taxa de juros praticada irá variar de acordo a cada instituição financeira, o perfil do cliente solicitante do empréstimo e as condições do imóvel. Além da taxa de juros, serão cobrados impostos e encargos que vão compor o Custo Efetivo Total (CET) do operação:

  • Cobrança de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) no ato da contratação, conforme legislação em vigor;
  • Prêmios de Seguros de Morte ou Invalidez Permanente (MIP) e Danos Físicos do Imóvel (DFI), conforme alíquotas vigentes;
  • Taxas e encargos cobradas pelo cartório.

Riscos em hipotecar um imóvel

Apesar de toda facilidade, taxas mais baratas e prazos mais longos, a hipoteca imóvel também pode apresentar riscos. Ao ceder o seu imóvel como garantia de pagamento de uma divida, isso poderá acarretar a perda do imóvel, caso você não consiga honrar as parcelas. Por isso, usar o seu imóvel como garantia de um empréstimo é uma decisão que precisa ser bem planejada e você deverá fazer uma análise bem detalhada do seu orçamento, comparando sua renda e seus gastos fixos e variáveis, para que a parcela da hipoteca possa caber no seu orçamento sem apresentar problemas futuros com a cobrança de juros, o endividamento e inadimplência.

Quais banco oferecem a hipoteca imóvel?

Diversas instituições financeiras oferecem a hipoteca de imóvel. Grandes bancos como o Bradesco, Itaú, Caixa, Banco do Brasil, Santander, já oferecem essa linha de crédito, regulamentada no Brasil desde do ano de 2006. Outras instituições financeiras também oferecem a hipoteca imóvel, como a Creditas.

Qual o melhor banco para hipotecar um imóvel?

A hipoteca imóvel é uma transação financeira que apresenta baixo risco para o banco mas, é bastante arriscada para você, que estará colocando o seu imóvel como garantia de pagamento, podendo perde-lo caso não consiga quitar as parcelas. Por isso, é importante escolher uma instituição financeira que apresente as melhores vantagens e menores taxas. Atualmente, os primeiros colocados no ranking de concessão de crédito pessoal através da hipoteca imóvel são a Caixa econômica e o Banco do Brasil, com as melhores taxas e condições. Seguidos pelo banco Itaú, Santander, Bradesco e City Bank.

Antes de optar por um banco, é importante que você tenha paciência e faça a simulação da hipoteca em mais de uma instituição. Muitas delas disponibilizam a simulação completa online, ou seja, você poderá fazer a simulação sem sair de casa, pela internet. A dica é procurar primeiro a sua agência, onde possui uma conta a qual movimente, e solicite uma simulação. O natural é que por conta do seu relacionamento com o banco, eles ofereçam as melhores taxas, entretanto, não abra mão de avaliar os programas de hipoteca de outros bancos para optar pela melhor.

Como hipotecar um imóvel – Passo a passo

Passo 1 – Após fazer as simulações em algumas instituições, analisar e optar por uma, reúna as documentações necessárias e vá ao banco escolhido. Outra opção é realizar a transação pela internet, como na Creditas, onde todo processo é online.

Passo 2 – Você deverá preencher um formulário de cadastro e solicitação de empréstimo por hipoteca de imóvel, assinar a proposta e aguarda a análise de crédito pessoal, realizada pelo banco. 

Passo 3 – O banco também irá solicitar o número da matricula do imóvel e fará a analise dele também, checando se não existem pendências. Após aprovado, seu imóvel receberá a visita de um avalista de imóvel (que pode ser um engenheiro ou arquiteto, por exemplo) um profissional que irá até o imóvel posto em garantia, avaliar as condições do mesmo e repassar as informações para o banco. 

Passo 4 – Após toda avaliação técnica e de crédito, o banco irá informar o valor que será disponibilizado para empréstimo. Você deverá ir até a agência e assinar o contrato. Caso tudo corra bem, o valor será creditado em sua conta corrente, em alguns dias.

Posso hipotecar o único imóvel da família?

Ao contrário do que muita gente pensa, sim, você poderá colocar o único imóvel da família como garantia de pagamento de um empréstimo. A legislação garante que o imóvel residencial não pode ser penhorado por conta de dívidas. No entanto, de acordo ao artigo 3º da Lei nº 8.009 de 1990, há exceção para que ele seja dado como garantia, mesmo que seja o único da família, se isso for feito de forma voluntária. E caso haja inadimplência, o banco, credor, poderá fazer o recolhimento do imposto de transmissão de bens imóveis e solicitar ao cartório a consolidação da propriedade, seguido pelos leilões para quitação da dívida.

Posso hipotecar imóvel em nome de terceiro?

Sim! Isso é possível. O imóvel a ser dado como garantia pode pertencer a outra pessoa mas, o dono do bem imóvel deve estar de acordo com a operação, assinando o contrato da hipoteca. Nesses caso, o dono do imóvel é chamado de interveniente garantidor, ou seja, também entra como responsável financeiro pela dívida.

Posso vender o imóvel hipotecado?

Sim, você poderá vender o imóvel que foi dado como garantia de pagamento de um empréstimo. Entretanto, o processo de venda será um pouco diferente do convencional. 

A venda do imóvel será realizada através de duas operações que ocorrerão de forma concomitante. Primeiro, você deverá propor a venda do imóvel para o comprador, esclarecendo a atual situação do imóvel, solicitando que parte do valor terá que ser usada para quitar a dívida com o banco, a qual tem como garantia o próprio imóvel. O comprador quitará o saldo devedor e deverá esperar que o banco dê baixa na alienação fiduciária, esse processo leva até 30 dias. Em seguida, o comprador deverá pagar o saldo restante a você (dono do imóvel). 

Nesse processo de venda, é interessante que os envolvidos (vendedor e comprador) procurem auxílio de advogados para se certificarem que todos os passos sejam seguidos corretamente, evitando problemas.

Este artigo foi útil para você? Compartilhe com alguém...

Artigos relacionados

1 comentário

  1. Eu gostaria de saber como faço para encontrar uma casa no valor de r$ 100000 o que é necessário e com quem eu tenho que falar tem o número do meu telefone do meu zap (82)98118-7854

Deixe seu comentário