Buscando seu cartão...

Publicidade
Publicidade

Uma conta no banco é sempre necessária nos dias de hoje. Os bancos hoje em dia oferecem várias opções de planos e serviços para que o cliente encontre o que melhor se encaixe ao seu estilo de vida. É possível até mesmo escolher entre uma conta simples ou conjunta. As contas conjuntas oferecem as mesmas facilidades de uma simples, mas pode ser movimentada por duas pessoas.

conta-conjunta-banco

Antigamente as pessoas que não tinham crédito tinham que esperar até ter todo o dinheiro para comprar alguma coisa. Hoje em dia o cartão de crédito facilita a aquisição de produtos que são divididos no cartão sem juros. Assim o consumidor tem a possibilidade de comprar o que precisa sem ter que esperar tanto tempo por isso.

Publicidade

Além das facilidades do cartão de crédito, uma conta corrente oferece uma ampla possibilidade de serviços que você só encontra em bancos. É possível receber talões de cheque, cartão de débito e de movimentação da conta e muito mais. Atualmente as pessoas tem preferido utilizar cartões de débito a carregar dinheiro vivo no bolso. Esta é uma solução mais segura para os dias de hoje.

Publicidade

Vale a pena abrir uma conta conjunta?

Abrir uma conta conjunta vale muito a pena quando há confiança entre os envolvidos. É bem mais prático ter uma conta conjunta para administrar todas as finanças de uma casa ou de um pequeno negócio. Assim, ambos têm o direito de movimentar a conta e ter acesso a todas as informações de transação das contas.

Um dos detalhes mais importantes ao se pensar em abrir uma conta, seja ela conjunta ou não, é se os envolvidos possuem os nomes limpos. Se você não tem certeza disso sobre o seu parceiro de conta, é melhor se certificar antes de começar o processo, para que vocês não percam tempo.

Como abrir uma conta conjunta?

Para abrir uma conjunta os envolvidos precisam levar ao banco todos os documentos utilizados para a abertura de uma conta comum. Estes documentos são: Documento de identificação com foto (RG, carteira de motorista ou carteira de trabalho); CPF; Comprovante de residência (como conta de luz ou telefone fixo); Comprovante de renda. Com todos estes documentos em mãos e o nome limpo vai ficar bem fácil abrir uma conta conjunta.

Publicidade