Como Descobrir Contas Abertas em Banco pelo CPF

Hoje em dia, ninguém está a salvo de ter seus dados pessoais, números de documentos, dentre outras informações, roubadas e/ou clonadas. Esses dados, em mãos maliciosas, podem gerar muita dor de cabeça e grande prejuízo financeiro. Uma delas, é abertura de contas corrente e até mesmo poupança, em instituições financeiras. No Brasil, esse tipo de fraude vem crescendo assustadoramente devido a popularização dos bancos digitais e a facilidade que eles apresentam no processo de abertura de contas, deixando todo mundo em alerta. Mas, existe uma maneira de se proteger desse tipo de fraude, basta consultar o CCS.


Com esse artigo pretendemos te ensinar como descobrir todas as contas abertas, em qualquer banco, pelo número do seu CPF e se antecipar, evitando problemas maiores.

O que é o CCS? 

CCS é a sigla para “Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional”. Segundo o BACEN (Banco Central), o CCS “é um sistema onde são registradas todas as informações relativas aos correntistas e clientes de todas as instituições financeiras e seus representantes legais ou convencionais”.


Para que serve o CCS?

O CCS serve para registrar todas as contas que foram abertas e encerradas, em todas as instituições financeiras, desde 01/01/2001. Nesse sistema, estão registrados os dados de pessoas jurídicas e físicas, com a data do início dos relacionamentos com as instituições, e se for o caso, a data do fim (encerramento da conta).O CCS não disponibiliza dados de saldo, extrato, limites, aplicações, nem nada relativo a movimentação das contas. 

O CCS possibilita verificar a exatidão das informações como, por exemplo, identificar o eventual uso indevido do CPF ou CNPJ no sistema financeiro. Também é possível, em caso de espólio, localizar relacionamentos bancários mantidos por pessoa falecida, desde que o consulente tenha poderes legais para tal.

Quem pode acessar o CCS?

Todo cidadão ou pessoa jurídica, que deseje ter conhecimento do seu registro pessoal no CCS, pode acessar o sistema.

Além de você mesmo, as autoridades para tanto legalmente legitimadas, como o Poder Judiciário, as Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), também podem solicitar o acesso as informações constantes no CCS.

Pago alguma coisa para consultar o CCS?

Não. O cadastramento e acesso ao Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional é um serviço gratuito.

O que posso fazer no sistema do CCS?

Após efetuar o seu cadastro no Registrato, você poderá acessar o CCS e requisitar a consulta por CPF, CNPJ ou conta; consultar requisições realizadas; consultar histórico de atualização de cliente; listar arquivos detalhados e imprimir as requisições de consulta.

O Bance disponibiliza em formato PDF, um arquivo que ensina como utilizar o sistema do CCS e ter acesso a todos os serviços disponíveis.

Como consultar o CCS?

O acesso ao CCS é individual, você só terá acesso as informações relativas ao seu CPF. Para quem deseja consultar as contas abertas em nome de sua empresa, deverá consultar pelo número do CNPJ. Existe a possibilidade desse acesso ser cedido a terceiro, mas, somente por meio de procuração, por pedido de herdeiro legítimo, herdeiro testamentária, inventário judicial ou extrajudicial ou curador / tutor. Para saber os documentos necessários para os pedidos de acesso ao CCS de pessoa física, realizados por terceiros, acesse o site do Bacen. Além da documentação, você deverá imprimir e preencher um formulário para a Solicitação de relatórios ou cadastramento Sisbacen(pessoa física).

Para consultar o CCS e saber todas as contas que um dia foram abertas e até mesmo encerradas ou ainda mantidas, você precisará fazer um cadastro no Bacen, no Registrato. Com esse cadastro, você terá acesso as informações do CCS e do SCR (Sistema de Informações de Crédito do Banco Central, para saber mais sobre ele, clique aqui). Saiba como fazer o seu cadastro e ter acesso ao CCS e ao SCR, lendo o passo a passo a seguir.

Passo a passo de como consultar contas abertas em banco pelo CPF

Passo 1 – Se você ainda não tem um cadastro no Registrato, esse é o primeiro passo. Acesse o site do Registrato.

*Caso já possua cadastro no Registrato, vá direto para o passo 10.

Passo 2 – Clique em “Sou pessoa física”.

Passo 3 – Clique em “Obter frase de segurança”.

Passo 4 – Você será direcionado a outra página. Para obter frase de segurança, preencha os campos com os dados solicitados e clique em “Confirmar”.

Passo 5 – Clique em “Copiar”, para copiar a frase de segurança.

Passo 6 – Acesse o Internet Banking da instituição financeira que você informou no passo 4, para validar a frase de segurança.

Passo 7 – Após validar a frase de segurança, volte para o site do Registrato e clique em “Cadastrar”.

Passo 8 – Preencha os dados solicitados, copie a frase de segurança, forneça o código e clique em “Confirmar”.

Passo 9 – Será gerada uma senha de acesso, que deverá ser trocada no seu primeiro acesso. Clique em entrar e com essa senha, você poderá acessar o site do Registrato e consultar o seu CCS.

Passo 10 – No site do Registrato, clique em “Acessar o Registrato”.

Passo 11 – Selecione “CPF”e informe o número do seu CPF e a senha cadastrada. Clique em “Entrar”.

Passo 12 – Clique em “CCS – Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional”.

Passo 13 – Leia e selecione “Estou ciente…” , clique em “Gerar relatório”. 

Passo 14 – O relatório será gerado, faça o download clicando no logotipo do Adobe, para ter acesso ao relatório. 

 

No relatório irão estar listadas todas as informações das contas abertas e encerradas em seu CPF. As informações fornecidas são: número da conta, instituição financeira e datas ( abertura e encerramento, se for o caso).

Outra maneira de se proteger contra fraudes é sempre consultar seu CPF. O Serasa e o Boa Vista SCPC disponibilizam a consulta grátis e oferece o serviço de monitoramento do seu CPF, com custo bem acessíveis. Esses serviços tem o objetivo de te manter informado sobre qualquer operação feita com o seu Cadastro de Pessoa Física. Viabilizando a consulta de débitos existentes e a possibilidade de acompanhar todos os cadastros, consultas, abertura de contas e qualquer coisa realizada com o seu CPF, e até mesmo informar caso você perca ou tenha seus documentos roubados. 

Mais Artigos Relacionados:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *