Fui Demitido – Como Ficará o Crédito Consignado?

Muitas pessoas que precisam de crédito acabam recorrendo aos consignados, principalmente por possuirem poucas exigências e juros mais atrativos, isso é possível devido a forma como suas parcelas são cobradas, descontando diretamente na folha, diminuindo o risco de inadimplência. Mas, o que acontece se você for demitido? Afinal, como fica o crédito conseguindo após a dispensa do trabalho? Como serão cobradas as parcelas que ainda irão vencer? O pagamento do saldo devedor terá que ser feito integralmente ou poderei continuar pagando as parcelas normalmente? Existe a possibilidade de renegociação do empréstimo? Essas e outras perguntas rodam a cabeça de quem , por algum motivo perde o emprego no meio de um contrato de crédito consignado. Nesse artigo, iremos esclarecer essas dúvidas. Continue lendo.


Perdi meu emprego, o que acontece com o empréstimo consignado?

Independente de como você foi demitido ou se pediu dispensa, seja ela por justa causa ou não, você não ficará livre de quitar o empréstimo consignado. O valor devido continuará sendo cobrado e caso não seja pago dentro dos prazos de vencimento pré-estabelecidos no ato da contratação, serão acrescidos de juros e multas, o que pode dificultar ainda mais sua quitação, se tornando uma verdadeira bola de neve. Por isso, tente resolver essa situação o quanto antes.

Mudei de empresa, como fica o crédito consignado?

Mudar de emprego não é necessariamente um problema, por que a capacidade de pagamento não ficará prejudicada e você poderá continuar pagando normalmente o seu débito. Antes de mais nada, dirija-se até o setor de recursos humanos da sua nova empresa e verifique se existe vínculo entre o banco e a empresa. Existindo, você poderá solicitar a transferência da dívida e a parcelas do consignado continuarão a serem descontadas normalmente. Caso não exista essa parceria, você pode negociar com o seu novo banco a “compra da sua dívida” e realizar a portabilidade ou, comparar se vale a pena, e realizar um novo empréstimo para quitar o antigo.

Fui demitido, como pagarei o empréstimo consignado?

O empréstimo consignado possui taxa de juros e condições de contratação exclusivas e bastante vantajosas, por isso, muitos trabalhadores optam por essa linha de crédito. Mas, para ter todos esses benefícios, as parcelas de amortização são descontadas diretamente em folha de pagamento. Não havendo mais salário para que as parcelas sejam debitadas, o empréstimo deixará de ser pago, acarretando juros e multas. Por isso, é importante quitar o empréstimo com sua recisão, pois parte dela já será descontada pela empresa para esse fim, ou procurar a instituição financeira credora para renegociar a dívida.


A empresa pode descontar da recisão para quitar o empréstimo consignado?

Seja lá como ocorreu seu desligamento, a empresa poderá usar até 30% da sua recisão para quitar o empréstimo consignado, desde que essa condição esteja expresso em contrato. Caso o valor descontado da sua rescisão não seja suficiente para quitar o contrato, ele continuará a ser cobrado, e como você não se enquadrará mais no perfil de consignado, não tendo mais como descontar o pagamento diretamente na folha, o banco poderá aumentar as taxas de juros, pois a garantia de pagamento (seu antigo emprego) não exigirá mais e seu empréstimo passará a ter taxas de mercado balcão como qualquer outro tipo de empréstimo.. No entanto, não se desespere, você poderá ir diretamente ao banco ou instituição financeira cedente e renegociar, verificando a possibilidade da taxa de juros permanecerem as mesmas ou até mesmo tentar conseguir taxas melhores por já ter pago parte do débito.

Esse desconto não é uma opção, a empresa é obrigada a realizar o desconto, desde que esteja previsto em contrato assinado no ato da contratação do empréstimo. 

Fui demitido, o que fazer com empréstimo consignado?

Pagar! Não existe outra saída, de uma forma ou de outra, você terá que pagar pelo crédito tomado. A contratação de um empréstimo consignado deve ser muito bem analisada, pois, apesar e todas as vantagens, quando se é funcionário de empresa privada, uma demissão pode ocorrer a qualquer momento. Se você possui um contrato de crédito consignado vigente e foi demitido, o ideal é que você utiliza sua recisão para liquidar o empréstimo, pagando o total da dívida. Você já terá 30% do valor descontado pela empresa, basta entrar em contato com a instituição financeira credora e negociar a quitação, inclusive pechinchar descontos. Caso contrário, se você não pode utilizar a sua recisão para liquidar o crédito consignado, poderá ir até a instituição financeira e renegociar a dívida. Mas. jamais, deixe de pagar, isso poderá acarretar problemas financeiros ainda maiores.

A empresa que trabalho faliu, como pago o empréstimo consignado?

Nem mesmo a falência de uma empresa impossibilita, retarda ou “congela”o pagamento das parcelas de um empréstimo consignado. As parcelas continuam a sendo cobradas, até por que a falência não isenta as empresas de pagar aos seus funcionários, sendo obrigadas por lei a pagar tudo que lhe são de direto como: férias, décimo, aviso prévio, recisão, etc e você deve destinar esses recursos para o pagamento do empréstimo consignado.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *